hugo-jp-araujo @ 18:25

Qui, 24/02/11

 O projecto Eurágora - Briefing

"Ágora era a praça principal na constituição da pólis, a cidade grega da Antiguidade clássica. (…) Enquanto elemento de constituição do espaço urbano, a ágora manifesta-se como a expressão máxima da esfera pública na urbanística grega, sendo o espaço público por excelência. É nela que o cidadão grego convive com o outro para comprar coisas nas feiras, onde ocorrem as discussões políticas e os tribunais populares: é, portanto, o espaço da cidadania. (…)" in Wikipedia

 

O projecto Eurágora tem por objectivo mostrar qual a percepção e opinião dos jovens sobre o que é “Ser Europeu” e quais as perspectivas que criaram acerca da União Europeia.
Para isso, serão avaliados diversos factores que contribuem para a construção desta identidade.

 

O nosso público-alvo é constituído por jovens entre os 18 e os 25 anos, uma vez que é a faixa etária que nos engloba e que nos rodeia no ambiente universitário. Para além disso, pensamos conseguir chamar a sua atenção uma vez que os jovens gostam de saber o que está a acontecer à sua volta, além de facilitar a nossa pesquisa e a nossa recolha de testemunhos reais que incorporem o vídeo.

 

Pretendemos formar um “focus group” que nos permitirá recolher opiniões que nos ajudarão na construção do documentário. Essas opiniões serão a nível da realização do mesmo e também serão parte integrante do vídeo, de forma a complementar as informações que transmitimos.
O “focus group” será envolvido no documentário desde o início, pois pretendemos que a sua contribuição inicie logo na fase se construção do storyboard.

 

O documentário será dividido em cinco partes, e cada uma tratará um dos temas a focar.
O primeiro tema a avaliar é o consumo dos media e bens culturais, como televisão, cinema, música, literatura, rádio e imprensa. O consumo da Web e, especificamente, das redes sociais, é um tema independente (segundo tema), tendo em conta a sua elevada importância, e a ligação directa com a nossa área de estudo. Em terceiro lugar, focaremos a mobilidade dos jovens na União Europeia, e pretendemos analisar o uso que estes fazem dos transportes (nomeadamente dos low cost) e qual a sua percepção da contribuição da abertura de fronteiras para esse facto.
De seguida, vamos mostrar alguns dados relativos aos programas de mobilidade estudantil, que são cada vez mais uma opção dos jovens da faixa etária em estudo.
O último factor a tratar é a migração. No seguimento da mobilidade, tentaremos perceber e demonstrar quais os efeitos dessa mobilidade em quem a pratica e nos habitantes dos países de acolhimento. Sendo a emigração uma realidade cada vez mais aceite e prevista pelos jovens, este é um tema que merece atenção.

 

Esta escolha temática difere da proposta inicial, que se focava apenas nos media e bens culturais, pois consideramos que só avaliando a influência deste conjunto de factores tão decisivos é possível compreender como é construída esta percepção europeia nos jovens.
O documentário tratará cada um desses temas através de uma fase de informação, em que transmitimos através de infografias alguns dados e estatísticas relevantes, seguida de testemunhos recolhidos no “focus group” acerca do tema tratado.


O nosso grande objectivo e relacionado com o nome do projecto, é dotar o mesmo com um “eye-opening”: não nos queremos limitar a informar a comunidade acerca das temáticas referindo estatísticas e investigações sobre os diferentes assuntos, pretendemos que seja um processo de abertura de experiências e cooperação da comunidade jovem, uma “ágora” virtual de partilha e discussão.

 

O último passo do projecto é, então, a criação de uma plataforma web de divulgação do documentário que possibilite comentários e essa mesma discussão e troca de opiniões e experiências. Este passo constitui uma força, e faz o nosso projecto diferir dos restantes: nenhum documentário / vídeo dos que tivemos conhecimento na pesquisa de estado da arte era acompanhado de uma plataforma específica de discussão, todos estavam localizados em plataformas gerais de partilha de vídeos.

 

Outra das grandes forças do nosso projecto consiste na abordagem de um tema específico que ainda não tem nenhum produto audiovisual concreto sobre o mesmo. No entanto, aquilo que realmente torna “Eurágora” um projecto diferente e inovador é o seu papel interventivo e participativo, chamando o público – alvo a tomar parte na pesquisa e construção do produto final.

 



Blog do projecto do 3º ano de NTC no âmbito da UC de Projecto.
Pesquisar
 
Ligações
diigo library
Arquivos
blogs SAPO