pedrovitoria @ 23:13

Qua, 01/06/11

 

Na realização do teste ao documentário obtiveram-se 32 inquéritos preenchidos.

Os dados foram posteriormente inseridos no Microsoft Excel e foi gerado o seguinte conjunto de gráficos que correspondem a cada uma das perguntas do inquérito.

 

Figura 1 - Representação gráfica representativa dos dados recolhidos

 

Conclusões sobre os dados recolhidos

Depois de tratados os dados, e observando os gráficos, tendo em conta as respectivas escalas utilizadas em cada pergunta, as conclusões são:

 

“Que temas aborda este excerto do documentário?”

Todos os participantes assinalaram como resposta “Media e Cultura” e “Internet”. Sendo estes os temas que foram abordados neste trecho, pode-se concluir que os separados utilizados na identificação dos temas estão bem visíveis, sem necessidade de alteração.

 

“De um modo geral, quanto à velocidade da informação textual, consideras que seja:

As respostas dividiram-se em 2 grupos: 19 dos inquiridos disse que a velocidade da informação textual é Algo lenta; 13 disseram que é Adequada.

Apesar dos resultados dizerem que a velocidade do texto é algo lenta, o grupo, depois de nova visualização e análise do doumentário, optou por prolongar o tempo de permanência de alguns trechos com informação textual, por considerar que a pergunta pode ter sido mal interpretada. Sendo assim, definiram-se os seguintes objectivos (com vista o melhoramento do produto):

-       Observar as velocidades das informações textuais e identificar os casos onde surgem mais rapidamente;

-       Reduzir as velocidades para dar mais tempo ao visualizador de perceber todos os conteúdos textuais.

De um modo geral, no que diz respeito à velocidade dos gráficos, consideras que seja:

Apesar das respostas se dividirem por 4 grupos, a maior concentração focou-se em dois: 18 dos participantes assinalaram que a velocidade dos gráficos é adequada; 11 disseram que era algo rápida. Só 2 afirmaram ser algo lenta e 1 demasiado rápida.

Pode-se concluir então que é necessário alterar a velocidade dos gráficos, tendo em conta a dispersão das respostas, forçando uma análise gráfico a gráfico.

Os objectivos serão:

  • Observar a diferença nas velocidades das animações dos diferentes gráficos;
  • Uniformizar a velocidade dos gráficos e reduzir um pouco a velocidade das animações.

 

Clareza da informação, sendo que 0 corresponde a nada clara e 10 a muito clara?

As respostas concentram-se nas possibilidades de resposta do 6 ao 10, existindo 2 pessoas que classificaram a clareza da informação com um 4.

Conclui-se que a informação está bem explicita, tendo sido a avaliação positiva.

 

Qualidade técnica, sendo que 0 corresponde a muito fraca e 10 a muito boa?

Tal como a resposta anterior, a avaliação é maioritariamente positiva. As respostas concentram-se nas possibilidades 5 a 10, havendo maior concentração na possibilidade 8 (11x) e 9 (9x).

 

Qualidade de som, sendo que 0 corresponde a muito fraca e 10 a muito boa?

Os resultados para esta questão foram mais dispersos. Apenas a classificação 1 e 2 não foram assinaladas por nenhum dos participantes. Apesar de termos um número significativo de possibilidades assinaladas compreendidas entre os valores 6 a 10 (27 das respostas), ainda existem participantes que assinalaram respostas consideradas negativas.

Como o objectivo é termos, não só um som razoável, mas uma qualidade de som elevada, concluiu-se que este deverá ser melhorado.

Os objectivos serão assim os seguintes:

  • Identificar quais os momentos em que o som é de menor qualidade, isto é, com mais ruído associado, ou o volume inadequado;
  • Suprimir o máximo de ruído possível dos momentos identificados.

 

Como classificas o volume (música de fundo):

Dos 32 participantes, só 4 é que classificaram o volume como Elevado, sendo que os restantes 28 referiram que o volume é Adequado.

Conclui-se que não surge a necessidade de alterar o volume da música de fundo.

 

Como classificas o volume (intervenções do focus group):

As respostas concentraram-se em 2 grupos: 25 dos participantes classificaram o volume das intervenções do focus group como Adequado; 7 assinalaram o volume como Baixo. Neste caso já existe uma percentagem mais considerável de participantes a identificar o volume como baixo.

Devido a estes resultados, e também pela existência de ruído em alguns dos trechos, concluiu-se que o som deverá ser editado.

Os objectivos serão:

  • Identificar quais os momentos em que o som tem mais ruído e/ou se encontra mais baixo;
  • Editar o som de forma a retirar o ruído e uniformizar os trechos de focus group existentes nesta parte do documentário.

 



Blog do projecto do 3º ano de NTC no âmbito da UC de Projecto.
Pesquisar
 
Ligações
diigo library
Arquivos
blogs SAPO